Pode ser que ninguém te diga isso, mas um dos principais atributos de um grande líder é e continuará sendo:

A capacidade de tomar decisões e lidar com as consequências dessas decisões.

Não importam quais sejam as últimas tendências da gestão, fazer escolhas difíceis continuará sendo um dos pressupostos da liderança.

Você deve desenvolver seu conhecimento técnico, seu networking e suas experiências práticas, mas nenhuma dessas esferas excluirá a responsabilidade de decidir. Elas são complementares, jamais excludentes.

Ou seja, quanto mais longe você quer chegar como líder, maior terá de ser sua capacidade de lidar com deliberações e consequências cada vez mais complexas.

Reforço esse ponto aparentemente óbvio, pois conversei recentemente com vários executivos e empreendedores sobre as lacunas comportamentais e de aprendizagem dos jovens líderes e ouvi mais de uma vez: “embora tenham uma formação técnica muitas vezes superior às gerações anteriores, possuem muita dificuldade de tomar decisões e assumir responsabilidades individuais”.

Posso correr o risco de soar antiquado, mas é um erro acreditar que tudo pode ser mantido no âmbito coletivo ou institucional.

Quer liderar?

Aproveite toda e qualquer oportunidade de chamar para si novas responsabilidades.